Matando a sede!

Matando a sede!

 

No último e mais importante dia da festa, Jesus levantou-se e disse em alta voz: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva". Ele estava se referindo ao Espírito, que mais tarde receberiam os que nele cressem. Até então o Espírito ainda não tinha sido dado, pois Jesus ainda não fora glorificado. 
                                                                                                                       João 7: 37-39 

 

     Não sei se em algum momento de sua vida você de fato sentiu sede, quando me refiro a sede, é ficar pouco mais de doze ou mais horas sem beber uma gota de água e caminhando em baixo de um sol do Rio de Janeiro em pleno verão de quarenta graus na sombra.

     Deve ser algo desesperador não ter como matar a sede que sentimos. Jesus no texto acima se apresenta de uma forma que nos faz pensar um pouco a respeito sobre suas palavras. "Se alguém tem sede, venha a mim e beba" se colocando como uma fonte inesgotável de água que permite que todos que a buscarem tenham sua sede saciada.

     Muitas pessoas tem sede de vingança, de justiça ou de qualquer outro sentimento que na verdade pode trazer mais sede e dor. Busquem a água que possibilita a vida eterna, que faz sua vida ser mais agradável e frutífera. Mate sua sede, seja ela qual for na fonte chamada JESUS.